Minhas Estrelas

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Tchau Jardim I

Hoje a Sofia encerrou o seu primeiro ano na escola.
Primeiro a dúvida : colocá-la em uma escola que não conhecemos mas que é perto de casa ou na Garatuja onde a Ana Luiza estudou mas que agora dependeríamos de condução ?
Quando a Sofia foi visitar a Garatuja ela comentou :
- "Mãe, nessa escola a criança não chora !"
Pronto ! Decisão tomada. Ela ficaria na Garatuja e ainda ia ser aluna da Flávia para nós, Flavinha para a Sofia e Flavona para a Ana Luiza. Perfeito !

Aí veio a adaptação seguida de muita paciência, carinho e atenção. Muita novidade, muitos amiguinhos novos, a professora, as assistentes ... Sofia se interessou pouco pela unidade inicial do Circo. Gostou um pouquinho da trapezista, de um livrinho ou outro.




Sofia começa a estreitar o relacionamento com a professora e com alguns amiguinhos, a se divertir no pátio, gosta de brincar no tanque de areia. Começa a descobrir coisas legais e divertidas na escola mas ainda não gosta de cumprir as regras e os horários.



Seguimos para a unidade Animais. Vem a primeira pesquisa que foi sobre o Rinoceronte e que fizemos juntas , eu e ela. As crianças levam os seus bichinhos na escola e Sofia fica super feliz em levar a Xina para os seus amiguinhos conhecerem. Já percebemos nesse momento o aumento da participação, Sofia já chega em casa contando algumas coisas da escola. Durante a Unidade dos Animais vem o dia das mães e Sofia ainda tímida não se apresenta e depois me pergunta :
- "Mãe, você está triste porque eu não me apresentei ?"
Respondi que não estava triste de maneira alguma, que estava muito feliz com ela, com a festa que eles preparam e com o presente. Estava tudo lindo, gostoso e preparado com muito carinho.
Ainda nessa mesma unidade chega um outro momento especial, as mães são convidadas a irem na escola fazer uma atividade com as crianças. Simplesmente AMEEEEI. Fomos eu e a Ana Luiza de ajudante. A Sofia adorou, o problema foi que ela queria que eu fosse sempre. Uma mãe foi plantar, Sofia queria que eu fosse plantar. Outra mãe foi fazer roupas, Sofia queria que eu fosse fazer roupas. Uma mãe foi cozinhar e Sofia queria que eu fosse cozinhar com seus amiguinhos. Não dava, a Flávia ia me expulsar da sala !!!
Com o término da unidade dos bichos vem a primeira exposição com os trabalhinhos da turma e a Sofia ficou orgulhosíssima porque o trabalho que eu fiz com a turma foi exposto.




Chegamos ao meio do ano, veio a festa junina muito linda como sempre, a escola toda enfeitada com os trabalhos das crianças, as danças ensaiadas com dedicação, com muito carinho e amor.
Pai, Mãe, Irmã e Vó Regi, todos adoramos a festa e nos sentimos muito bem no ambiente da escola.

Sofia ainda tímida não dançou alegando que o seu par, o Yuri, não foi. Sem problemas, cada um tem o seu tempo e o importante foi vê-la feliz, se divertindo com os amigos, passeando pela escola com segurança totalmente integrada com o ambiente, com as crianças e com sua professora.



Na volta das férias foi a vez do papai participar pois foi o Dia dos Pais, mais um momento de emoção preparado com carinho que contribui com o crescimento das nossas crianças e fortalecimento dos laços familiares. Aconteceu também o primeiro passeio que foi ao zoológico e percebemos a Sofia muito mais segura, mais independente, mais alegre com a escola, falando mais dos amiguinhos, sentiu falta da amiguinha Marianne que foi morar em outro estado o que confirmou que ela já tinha criando laços afetivos com os amigos e com a professora.



Chegamos na Unidade Plantas, foi aí que percebemos o grande despertar da Sofia. O interesse dela em aprender, em observar em volta, em descobrir coisas novas e o envolvimento da família também aumentou. Plantamos muito em casa. Todos os dias a Sofia queria plantar alguma coisa, cuidar das platinhas, tomar conta para ver se estavam crescendo ... a Sofia plantou, eu plantei, a Ana Luiza plantou, a Rose plantou, a Renilda cuidou das plantinhas. Plantamos abacate e ele cresceu muito, plantamos fruta do conde e ela cresceu um pouquinho e depois morreu, plantamos laranja e tangerina e nasceram muitas mudinhas e estão crescendo até hoje, tomate, cebolinha, Girassol, flor. Aproveitamos para passear em família no Jardim Botânico observando as árvores.




Dia das crianças e Sofia totalmente apaixonada pela Flavinha e convivendo com algumas amiguinhas fora da escola.



Foi a hora do mergulho na obra de Ana Maria Machado. Lemos muitos, mas muitos livros mesmo. Passamos por todos da coleção Mico Maneco, todos da coleção Batutinha, alguns da coleção Gato Escondido entre outros. Em casa os preferidos da Sofia foram : Beto, o Carneiro e Cadê meu travesseiro ? Fizemos pesquisa e fomos na Malsartes. Foi mais uma unidade especial. Por mais que eu tentasse contar historinhas para a Sofia, ela não se interessava muito. Gostava dos livros com atividades, com quebra-cabeça, com botão para apertar, etc... A partir desse trabalho em conjunto com a escola ela começou a se concentrar mais nas histórias, pedir para lermos para ela e muitas vezes ela própria pega os livros e inventa uma história. Foi muito bom observar o desenvolvimento, o crescimento e amadurecimento dela no tempo certo, na medida certa e sem apressar nada.




Imersão no Reino das Águas Claras, mas imersão mesmo ! Aqui em casa foi Reinações de Narizinho da hora que acordava até a hora de dormir. Livro, Música, DVD e Fantasia. A Sofia encarnou a Emília, eu era a Narizinho, a Ana Luiza a Cuca, o pai o Pedrinho e a Xina o Rabicó.



Chegamos ao final do ano com a apresentação da Linda Rosa Juvenil como parte da unidade Plantas e a Sofia fez o tempo vestida de relógio. Se apresentou linda, sorridente, confiante, feliz.

Apresentação de balé e ela estava uma graça toda charmosa de Bonequinha Nêga Maluca.

Apresentação de uma pecinha de teatro sobre a Ana Maria Machado em que ela foi A Menina Bonita do Laço de Fita, entrou firme e deu o seu recado direitinho.

Apresentação do Sítio do Picapau Amarelo e ela foi a Emília. Foi a redenção. Alegre, dançando, participando.

Muito bom chegar nesse final de ano observando o desenvolvimento dela e com a certeza de ter feito a escolha certa.





Um comentário:

Flávia disse...

Chris, adorei !!!!Foi realmente como vc colocou!!!!!Já estou com saudades da minha Soso.